ILHA DO MEL


eu queria que você visse
a pintura que o sol fez no céu
quando embarcou no trapiche
e se despediu da Ilha do Mel
Eu queria que você visse
a pintura que o sol fez no céu
quando embarcou no trapiche
e se despediu da Ilha do Mel.

Queria que você sentisse
o hálito quente da tarde
cochichando marotices,
aos nativos embaldes.

Que você perdesse
a noção do tempo
e se entregasse ao doce alento
de uma noite enluarada
na gruta de Encantadas.

Ah! Eu queria que você saísse dos trilhos
e se arriscasse pelas trilhas de areia
navegando pelas veias
até tocar meu coração de ilha...

E que ao menos por um momento
você se sentisse
filho do mar, do sol
protegido pela fortaleza
guiado pelo farol
e deixasse a natureza agir,
o tempo fluir,
tendo a certeza
que as ondas continuarão indo e vindo,
as horas escorrendo,
dias e noites se sucedendo,
e eu, você e a ilha,
à mercê da vida
... só assistindo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...