NEPENTHE



ELE: Nem te sabia e já te queria.Todo dia eu te inventava. Feito artesão, te esculpia.
ELA: Me guardava. Me prometia-te,
ELE: Cheguei. Desentristeça. Teça.
ELA: Tecerei. Te serei... sinto frio...
ELE: Trago lã para te aquecer.
ELA: Só queria te esquecer...
ELE: Ainda choves?
ELA: Chovo. Mas me faltam raios e rimas.
ELE: Perdestes a chave, poesia?
ELA: Fiquei presa por dentro. Ando mal de repentes.
ELE: E se eu chegasse de repente?
ELA: Assim em pleno expediente?
ELE: Sim, de presente.
ELA: Com teu olhar de indigente?
ELE: Sim... rs. Tem uma coisinha pra dar?
ELA: Tenho. Nepenthes.
ELE: Então me dá.
ELA: Entre!
ELE: Serpente...

(MarildaConfortin)

Nepenthe: Bebida mágica, remédio contra a tristeza; Planta carnívora; Do grego ne=não, e penthos=dor

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...