Um acordo com a poesia

Façamos um trato:
Chega de maus tratos.
Estamos sempre por um triz
e nunca gozamos.
Libertemo-nos, pois.

Eu escolho o lugar
e tu o clima.
Entro com o vinho
Tu, a rima.

Tanto faz:
Na tua casa
Ou na minha.

Sejamos voyeur um do outro.

Tu escolhes minhas companhias
Eu as tuas.
Entras com a lua
Eu te faço festa.
Espiaremo-nos pelas frestas.

Seremos complacentes
com crianças e adolescentes,
mas exigiremos o máximo
dos boêmios e dos clássicos.

Então tá, minha musa:
Eu te uso, tu me usas.
Estamos livres
pra (na)morar outros livros
e desaguar em qualquer mar.

(marilda confortin)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...