III ENCONTRO DE BIBLIOTECAS ESCOLARES DE CURITIBA


E por falar em poesia...
Hoje estive num colégio estadual falando sobre poesia e prosa para um grupo de adolescentes do ensino médio. Estavam na semana cultural e podiam optar por vários tipos de assunto, como teatro, musica, esportes, pintura etc.
Fiquei surpresa quando vi mais de 20 alunos entrando livremente na sala, tanto pela manhã quanto à tarde, para ouvir poesia. O mundo ainda não está perdido, pensei.
Nos primeiros minutos, muito agitados, testando meus limites, fazendo questão de mostrar aquele ar de superioridade natural dos adolescentes estampado no rosto sem espinhas (os tempos mudaram...).

Fui jogando iscas. Interpretando poesias e prosas curtas, observando as expressões até perceber que tipo de tema mais interessava àquele grupo. Estranho... Eles se aquietavam quando eu lia poemas de rebeldia, de dor, de desamor. E também quando a prosa (li algumas crônicas), utilizava palavras consideradas pedagogicamente incorretas, isto é, palavrões, gírias. Lancei mão desse tipo de linguagem para atraí-los. Depois foi fácil. Já estavam fisgados e ouviam tudo o que eu queria dizer. Até poemas de amor e ecologia.

Na próxima semana, falarei para 1200 professores. Agentes de leitura que trabalham nos  Faróis e Bibliotecas Escolares de Curitiba, uma rede de bibliotecas que ajudei a implantar. Estou apreensiva. Que tipo de assunto atrairá a atenção desses professores? O tema que me deram foi “Poesia Encantamento e Arte – Tecendo uma rede de leitores”. 

É engraçado... costumo recitar em bares, cafés, inaugurações, para um público adulto, heterogêneo, que nem imagina que vai tropeçar numa poesia. E faço naturalmente, sem me preocupar.  Mas, com esse público de professores estou deveras apreensiva... A figura do professor ainda me intimida.  Tenho a impressão que estão sempre tentando extrair minha raiz quadrada, fazendo a análise sintaxe do meu texto, procurando erros ortográficos no meu sujeito oculto...

Mas, vamos lá. Estarei em ótima companhia. Muitos outros escritores e artistas estarão tentando “encantar” esses professores durante os três dias do III Encontro da Rede de Bibliotecas Escolares de Curitiba, para que continuem motivados e interessados em tecer uma grande rede de leitores. Vejam abaixo:

ESCRITORES CONVIDADOS

Adélia Woelner
Alexandre França
Glória kirinus
Liana Leão
Marilda Confortin
Marina Colasanti
Roseana Murray


MINISTRARÃO PALESTRAS E OFICINAS

Anderson Thomaz
Assionara Medeiros
Cátia Toledo
Cláudia Muniz
Evanilde Castriani.
Fátima Ortiz
Helmuth Kirinus
Ilvor Sauer
João Bello
Liana Leão
Lílian Guinski
Lydio Roberto
Marina Colasanti
Marilda Confortin
Núbia Cabral
Roseana Murray
Rosy Greca
Susi Monte Serrat
Thadeu Peronne

FARÃO ESPETÁCULOS

Alexandre França
Beto Capelleto
Cia de Teatro Filhos da Lua
Cia de Teatro Palavração
Cia de Teatro Pé no palco
Grupo Mundaréu
Grupo Rosa Flô
Guego Favetti
Janaina Fellini
João Bello
Lydio Roberto
Marinho Galera
Nice Lena
Núbia Cabral
Ronald Magalhães
Rosy Greca
Susi Monte Serrat

JORNALISTA MEDIADOR DA RÁDIO ENCONTRO
Silvio de Tarso
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...