SEQUENCIAL PARA UMA CONTEMPLAÇÃO ABSTRATA

Altair de Oliveira

Pressinto a festa que infesta os olhos
que bebem saias que sugerem vôos
de flores tintas que animam cores
de aves raras com motivos vivos
que giram loucos nesta dança rouca
e tomam a tarde feito revoada
inesperada de alegrados risos
de nove noivas soltas na calçada.

Poema de Altair de Oliveira – publicado no livo "O Embebedário Diverso."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...